Agricultura Orgânica

Agricultura Orgânica
É aquela que visa a produção de alimento e produtos vegetais sem uso de produtos químicos sintético (fertilizantes, pesticida, organismos geneticamente modificado).
A agricultura orgânica é um sistema de produção agrícola com vista a pormenor realçar a saúde de meio ambiente.

Agricultura orgânica e um sistema de produção que satisfaz o uso de pratico do meneio duma oposição a uso de elemento estranho ou o meio ambiente.

Importância da Agricultura Orgânica
A agricultura orgânica é importante para a sociedade na medida em que não liberta pesticidas herbicidas e nem causa drenagem de fertilizante sintética para meio ambiente (drenagens de fertilizantes litro genado) É a causa de poluição da agua doce.

Relevância da agricultura orgânica
Agricultura orgânica possuem uma relevância enorme consideramos os danos que são considerado ao meio ambiente dado que desempenha as seguintes funções:

  • Proteger a geração vindoura;
  • Prevenir a erosão do solo;
  • Proteger alimentos com agro-toxicos;
  • Melhorar a saúde de pequenos agricultores;
  • Prevenir gasto futuro;
  • Promover a biodiversidade;
  • Descobrir sabor natural;
  • Contribuir para acabar com enxamento por pesticidas;
  • Ajudar a preservar pequenas propriedades;
Característica da agricultura orgânica
A agricultura orgânica possuem varias características das quais podem ser:

  • Utiliza as culturas adaptadas as condições locais (temperaturas, chuva, solo e altitude);
  • Utiliza cultura persistentes as pragas e doenças;
  • Garante a poli cultura e o controlo natural das pragas;
  • Garante a rotação de cultural etc.

Método da agricultora orgânica

Os métodos da agricultura orgânica são:
·        Uso de estrumes de animais;
·        Compostagem;
·        Controlo biológico das pragas e doenças (criação e solturas de inimigo naturais);
·        Rotação de culturas.  

Vantagens
A agricultura orgânica possuem grandes vantagens na sociedade e no âmbito ecológico se não vejamos

  • Protegem a fertilidade do solo ao longo do prazo;
  • Fornecer nutrientes ao solo de forma natural;
  • Permitem uma atenção especial impacto contra o sistema de produtivo;
  • Contribui para o controlo e consiste contra as pragas e ervas daninhas.
Desvantagens
Quando estamos a falar de AO produzimos de nos recordem das medidas fitossanitária para que entre nas desvantagens das quais possamos a sitar:
  • Precisa de grandes quantidades de matéria orgânica;
  • O aproveitamento dos nutrientes pelos solos;
  • O sistema orgânico são menos produtivo e requer mais teoria para produzir a mesma quantidade de alimentos;
  • Provoca mais perda do solo (através da lavoura­);
  • A procura de maior em relação a fonte;


Medida de controlo fitossanitário

São usados como medidas de controlo fitossanitário as seguintes:
  • As infestacias ocasionais podem ser tratados caídos;
  • Criação e soltura de inimigos naturais, armadilhas, capitacao normal
  • Permite outra insuficiência etc.

Valor produtivo nutritivo

Os produto proveniente da agricultura orgânica são considerado como tendo o melhor teor nutritivo sem efeito colateral.

Agricultura orgânica

Introdução

O presente trabalho dedica-se a disciplina de Agro-Pecuária e visa falar da Agricultura Orgânica.
Sabe-se logo de antemão que no mundo em que vivemos há uma diversidade de técnicas e métodos de cultivo de terra para a produção de produtos vegetais, contudo estes são diferentes para cada tipo de agricultura e é por este mesmo motivo que faz-se o presente trabalho para apresentar-se a descrição da agricultura orgânica que é mais um tipo de agricultura dentre vários existentes e para dar mais ênfase a descrição abordar-se-ão no presente trabalho temas como princípios, métodos, relevância, benefícios, constrangimentos, países produtores e consumidores da agricultura em causa.

Para a realização do mesmo foram necessárias leituras e percepção dos aspectos mais relevantes sobre o tema assim como algumas pesquisas em vários sites da internet.


1.Agricultura orgânica

Agricultura orgânica ou biológica designa-se a produção de vegetais sem o uso de produtos químicos sintéticos.

2.Caracterização da Agricultura Orgânica

 2.1Princípios da agricultura orgânica

  • A agricultura orgânica baseia-se em princípios agrogeológicos de conservação dos recursos, dentre vários destacam-se:
  • ·         O respeito à natureza: deve-se reconhecer a dependência dos recursos renováveis e as próprias limitações da natureza;
  • ·         Uso de adubos orgânicos de baixa solubilidade;
  • ·         A consociação de culturas: a consociação de culturas propícia uma maior abundância de inimigos naturais;
  • ·         Controle de insectos e doenças: o controlo biológico consiste na utilização de organismos que actuam como inimigos naturais daqueles considerados pragas das lavouras, no controle da sua população;
  • ·         O solo é um organismo vivo: o maneio do solo privilegia práticas que garantem um fornecimento orgânico da matéria orgânica e para tal usa-se a adubação verde e cobertura morta;

2.2Métodos da agricultura orgânica

  • Para fertilização do solo na agricultura orgânica usam-se os microorganismos que se encontram no solo, sobretudo os decompositores que vão garantir a reciclagem dos nutrientes do solo e um bom desempenho de culturas.
  • Eis alguns métodos da agricultura orgânica:
  • ·         Adubação verde: consiste no cultivo de plantas que estruturam o solo e o enriquecem com nitrogénio, fosforo, potássio enxofre cálcio e micronutrientes;
  • ·         Adubação orgânica: consiste na utilização de resíduos, tais como: esterco curtido, vermicomposto de minhocas e compostos fermentados;
  • ·         Não usar agrotóxicos: pois estes além, de contaminar a água, envenenar alimentos, contaminar quem os manuseia, desequilibram as plantas tornando-as mais susceptiveis;
  • ·         Rotação de culturas: a rotação de culturas é o cultivo alternado de culturas na mesma área em épocas consecutivas e é um método fundamental em sistemas orgânicos. A prática desta visa alcançar um nível adequado de diversidade de plantas para cada unidade de solo trabalhado.
  • ·         Cobertura morta: para determinadas espécies, o uso de materiais vegetais para a cobertura do solo tem sido feito, principalmente no período da seca, auxiliando no desenvolvimento das plantas e na protecção dos solos;
  • ·         Compostagem orgânica: utiliza-se materiais vegetais disponíveis e restos culturais, conjugados com esterco de galinhas;
  • ·         Maneio de ervas invasoras: é realizado através de capinas em faixas, permitindo a manutenção de uma parte da vegetação nativa na entrelinha dos plantios, de forma a permitir a proliferação de insectos, a protecção do solo e controle de erosão; 

3.Relevância da Agricultura orgânica

  • ·         Promover a diversidade;
  • ·         Fornece nutrientes ao solo;
  • ·         Fornecer alimentos com alto poder nutritivos;
  • ·         Reduz o uso de produtos químicos/agrotóxicos;
  • ·         Redução de custos: porque faz-se o aproveitamento e a reciclagem de resíduos locais e na há dependência de insumos sintéticos;

4.Benefícios da Agricultura orgânica

  • ·         Acumulação de matéria orgânica no solo;
  • ·         Produção eficiente e rentável com ênfase na gestão agrária integrada e conservação do solo, da água, da energia e dos recursos biológicos;
  • ·         Proporciona alimentos saudáveis e benéficos para a saúde humana dado que não usam-se produtos químicos sintéticos;
  • ·         A agricultura orgânica preocupa-se com o bem-estar animal dado que na produção de animais organicamente os animais alimentam-se de produtos orgânicos;

5.Constrangimentos da Agricultura Orgânica

  • ·         Emissão de gás carbónico através de excrementos de animais;
  • ·         Maior índice de erosão hídrica;
  • ·         Baixa produtividade agrícola;
  • ·         Os produtos cultivados organicamente apresentam doenças naturais, como vírus e fungos prejudicais a saúde humana;
  • ·         A prática da agricultura orgânica causa danos ambientais;
  • ·         Maior mão-de-obra 

6.Mercado dos produtos orgânicos

Segundo o estudo produzido pelo The Future Laboratory em parceria com a Voltage, agencia produtora de Human Insights, o mercado de alimentos orgânicos deve movimentar USṨ 104,5 bilhões, em 2015 e o de funcionais, responsáveis por alterar a percepção que os consumidores têm dos alimentos geneticamente modificados, deve facturar, em 2014, USṨ 29,8 bilhões.
Para uma melhor qualidade de vida, as pessoas buscam cada vez mais alimentos saudáveis para comporem sua alimentação. Seguindo este novo modo de vida, surge um mercado para os produtos orgânicos em ascensão mundial. Este mercado, que primeiramente se originou na Europa, disseminou-se rapidamente para o resto do mundo.
A agricultura orgânica tem-se desenvolvido rapidamente no mundo, nos últimos anos, e é hoje praticada em 138 países.
Os países com maiores áreas de produção orgânicas são, respectivamente, Austrália, com 12,29 milhões hectares, China, com 2,3 de hectares e Argentina com 2,22 milhões de hectares.
Em África, os produtos oriundos da agricultura sob maneio orgânico são raramente certificados, e em alguns países este mercado não é possível. Mesmo assim, as propriedades orgânicas têm aumentado, especialmente nos países do sudoeste, como a Tanzânia, Zâmbia, Zimbabwe e Moçambique.

7.Países produtores e consumidores

A agricultura orgânica é praticada com fins comerciais em 120 países, nos quais ocupa cerca de 31 milhões de hectares, segundo um relatório publicado pela FAO.
Este tipo de agricultura não é somente um fenómeno dos países desenvolvidos. Algumas projecções sugerem que a agricultura orgânica «tem o potencial» de cobrir a demanda mundial de alimentos, assim como a do tipo tradicional faz hoje, mas com «um impacto menor sobre o meio ambiente».
A FAO dedica-se à agricultura orgânica, e apresenta um relatório sobre seu papel na segurança alimentar, no qual se identificam as vantagens e os inconvenientes destas plantações.
O traço principal da agricultura orgânica é que se baseia em recursos produtivos, presentes ao nível local, não dependendo de combustíveis fósseis. Além disso, por trabalhar com processos naturais, aumenta a rentabilidade e a resistência dos ecossistemas agrícolas às condições meteorológicas adversas.
Segundo dados compilados pelo ITC a Europa é o maior produtor e consumidor dos produtos orgânicos seguida pelos Estados Unidos e pelo Japão.

8.Principios ambientais e sociais da agricultura orgânica

A agricultura orgânica obedece a certos princípios básicos ambientais e sociais que envolvem o novo sistema de produção. Deve além de considerar e respeitar os limites estabelecidos pela natureza, valorizar o conhecimento prático dos agricultores, as suas habilidades e preocupar-se com a participação dos consumidores.
Nesse contexto, é necessário que haja uma relação adequada entre o produtor e o consumidor. Nas entidades ligadas ao processo devem dar valor a opinião pública, usando como base a ética, onde o consumidor é o elemento chave nas conversações.
A agricultura orgânica cria um sistema pelo qual agricultores e especialistas agrícolas possam interagir de forma que não seja condescende com os agricultores ou negue a individualidade de seus problemas, e que ao mesmo tempo mantenha a integridade e a unidade das recomendações que os especialistas tenham a oferecer.


Conclusão

Feito o trabalho constatou-se logo a prior que a Agricultura Orgânica é caracterizada pelo não uso de produtos químicos sintéticos, aspecto esse que converge assim como diverge com os outros tipos de agricultura.
Conclui-se também ainda que essa agricultura baseia-se em princípios e métodos que visam preservar a natureza e consequentemente a saúde humana e o meio ambiente.
É notório que onde há vantagens ou benefícios há também desvantagens entretanto a actividade agrícola orgânica não foge a regra entre elas pode destacar-se a principal desvantagem a baixa produtividade agrícola.

Referências Bibliográficas

JONASSE, Florencia Celeste, Agro-pecuaria 12ᵃ classe, 1ᵃ ed, Maputo, texto editores, 2014





AVISO: Nos não nos responsabilizamos por qualquer uso ilegal deste trabalho, comprem o original e valorizem os direitos do autor! Não tirem fotos e nem imprimem esse trabalho. “Apenas Leia”

#BAIXE ESTE TRABALHO COMPLETO