A Conferência de Berlim e a partilha de África

A Conferênciade Berlim e a partilha de África

A nessecidade de mao de obra ou materias levou os europeus,a realizarem varias expedicoes de reconhecimento ao interior do continente africano porem a exploracao de Africa não apenas motivos economicos. Havia tambem uma finalidade geografica e cientifica,isto e , procurando povos indigenos,as  fronteiras terretorias, o relevo, a hidrografia,botanica e fauna . ficaram conhecidos na europa as expedicoes de david loivingstone, stanley Brazza ou serpa pinto
.

David livingstone

Um messionario,que em 1849,iniciou as viagen pelo contenente africano.Estabeleceu relacoes de amizade com chefes africanos e iniciou uma lona expedicao na qual atevessou Africa,de luanda em Angola a, Quilimane.

Serpa Pinto

Explorador portugues intregava uma expedicao organizada pela sociedade de geografia de Lisboa.Atravessou Africa de este para oeste,que o levou a Benguela[Angola]e a Durban[Africa de sul]entre 1877 e 1879.Sua expidicao inseria-se nas tentativas de afirmacao da presenca portuguesa em Africa,numa altura em que aumentava a competicao das potencias pela posse de terretorios em Africa.

Savorgnan de Brazza

Foi um explorador de origem Italiana naturalizada Frances se lancou na aventura da exploracao do territorio de Africa.
Foi ele quem fundou a actual capital do Congo Brazzaville
Como consequência das expedições de exploração do interior Africano, as nações europeias que promoveram reclamaram para si a anexação dos territórios ‘’descobertos’’.
Estas prestações das potências europeias industrializadas originaram conflitos em torno da posse dos territórios africanos, cada uma delas reivindicando a Porção de território que mais lhe convinha ou a que julgava ter direito.
Conferênciade Berlim
Foi então que o Chanceler alemão, Otto von Bismarck, devido aos interesses que Alemanha tinha em relação ao continente africano decidiu convocar em 1884uma conferência para discutir a questão colonial outras potências.
A conferência realizou-se então na capital da Alemanha Berlim entre os anos de 1884-1885

Participantes.


-Franca, Espanha, Inglaterra, Itália, Holanda, Portugal, Alemanha, Áustria, Hungria, Bélgica, Dinamarca, Rússia, Suécia, Noruega, Império Otomano e EUA.

Resultados da conferência

A conferência de Berlim estabeleceu a partilha e ocupação do continente africano entre as nações europeias participantes.
Garantia a liberdade comercial nas bacias dos rios Congo e Níger, possibilitando ainda, novas ocupações territoriais na costa ocidental africana.
Assim estabeleceu-se que apenas podiam reclamar interesses territoriais e económicas em África, os países presentes na conferência que, a partir dai, vissem ao ocupar de forma efectiva territórios, de forma independente basearem essa revindicação no chamado “direito histórico”.
O país que mais se beneficiou deste acordo foi a Inglaterra.
A partilha de Africa porem não respeitou a organização politica, social e cultural dos seus povos, ao criar fronteiras artificiais apenas de acordo com os interesses coloniais europeus, esta conferência iria marcar definitivamente o conturbado processo de independências em Africa, ao longo do seculo XIX.

Dominação Colonial

Após o término da conferência de Berlim as potências europeias eram obrigadas a estabelecer-se verdadeiramente nos territórios coloniais se quisessem fazer valer as suas revindicações territoriais.
Foi assim que os Europeus se vieram estabelecer de forma mais efectiva nos territórios colónias, em especial em África, onde ate sua a presença se limitavam entrepostos comerciais na costa e pouco mais. As únicas colónias já estabelecidas eram as colónias Inglesas do Cabo e do Natal e as republicas africânderes do Transval e de Orange (fundada pelos Bóeres- colonos Holandeses) na actual África de sul.
Da guerra entre os ingleses e os Bóeres de 1899 a 1902 saíram vitoriosos os ingleses. Estes anexaram depois os territórios das repúblicas bóeres nos quais tinham sido descobertos ouro e diamantes.
As várias acções de conquista do continente Africano integravam-se diferentes projectos colónias.                                                                                                                                                                                                  

A grande travessia [França]
O projeto cairo-cabo [da Inglaterra]
O mapa-cor-de-rosa [de Portugal]



AVISO: Nos não nos responsabilizamos por qualquer uso ilegal deste trabalho, comprem o original e valorizem os direitos do autor! Não tirem fotos e nem imprimem esse trabalho. “Apenas Leia”